Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Miss Unicorn

Pedras no caminho? Eu guardo todas. Um dia vou construir um castelo.

Pedras no caminho? Eu guardo todas. Um dia vou construir um castelo.

Miss Unicorn

04
Jan18

E que tal um blog com os nossos bloggers favoritos?

A ideia não foi minha, foi do Triptofano, que sugeriu a criação de um blog coletivo, com a participação de vários bloggers do Sapo. Blog este onde se falaria de tudo, temas da atualidade e a opinião dos participantes, sempre a contar com a originalidade e criatividade dos mesmos. 

 

Quem estiver interessado em participar neste projeto deve consultar este post e falar com o Triptofano que vai anotar o vosso nome. O título do blog também ainda não foi escolhido, por isso ideias aceitam-se, com a condição de que deve ter menos de 12 letras. Podem também ajudar na divulgação.

 

Quanto a mim, ainda não sei se poderei participar, devido à falta de tempo, mas achei uma ideia muito interessante que vai de certeza trazer excelente conteúdo à blogosfera.

Contamos com a vossa ajuda e participação!

02
Jan18

Era Uma Vez... com a Sofia

A primeira convidada do ano da rubrica "Era Uma Vez..." é a Sofia. Ela escreve no blog "The Diary Of A Teenager", onde partilha vários capítulos da sua vida como adolescente, muitos deles relacionados com moda e beleza (mas não só!). 

Hoje vem partilhar connosco uma história sobre a época mais mágica do ano, que tem um brilho especial quando se é criança: o natal.

Obrigada, Sofia!

Já que estamos na altura do Natal pensei em contar-vos uma história relacionada com esta época que marcou a minha infância.

Toda a gente já ouviu falar no velho das barbas brancas e quando éramos crianças ficávamos radiantes com a chegada dele. Normalmente, logo no dia 1 de dezembro eu escrevia uma longa carta e até ao dia 24 ficava sempre com aquela ansiedade “Será que ele já leu a minha carta?”.

Já devem estar a imaginar, na véspera de Natal ninguém me calava! Eu passava o meu dia a olhar para o relógio, porque queria que chegasse à meia noite o mais rápido possível. Infelizmente, as horas demoravam a passar e o Pai Natal nunca mais chegava. Mesmo durante a refeição eu estava em pulgas e, no final, revirava a casa de cima a baixo só para ver se as prendas já estavam algures no quarto ou assim (sim, as minhas prendas apareciam sempre num dos quartos e uma vez até na varanda).

Normalmente uns minutinhos antes da meia noite, as prendas apareciam misteriosamente em cima da minha cama e a janela estava um bocadinho aberta. A minha reação era mesmo muito engraçada, eu começava a chorar e a gritar! Descia as escadas a correr e começava a abrir os presentes e ainda chorava mais um bocadinho por ser aquilo que tinha pedido. Sim, a minha inocência era mesmo querida eheh :)

E bem, esta é a história que marca a minha infância! A história de uma menina que, tal como todas as outras crianças, ficava histérica com a chegada do Pai Natal.

29
Dez17

2017

2017 foi um ano de altos e baixos, como não poderia deixar de ser. Foi um ano que trouxe e levou muita coisa, que me ensinou em quem posso verdadeiramente contar e que provou, mais uma vez, que a vida não é fácil.

Este foi o ano em que iniciei um novo projeto, o blog Mundo da Fórmula 1, que, apesar do trabalho, me tem dado imenso gozo administrar e escrever. É lá que posso falar de um desporto que adoro e também ouvir os outros fãs.

Continuei com a já habitual rubrica “Era Uma Vez…”, onde o post mais comentado foi este, com a presença da Miss Queer.

2017 foi também recheado de ótimos filmes e séries. Falei aqui de um dos melhores filmes que vi nos últimos tempos, e aqui de uma série que fez furor.

Visitei Oviedo, a capital das Astúrias, e fiz um post com alguns dos sítios que mais valem a pena visitar na cidade espanhola.

Mas agora, 2017 está a chegar ao fim e não podia estar mais feliz. É hora de encerrar este capítulo e receber de braços abertos o ano de 2018.

 

2018, kaart met Happy new Year tekst en zwart frame. Sprankelende vakantie achtergrond, vector stof grens. Ideaal voor Kerstmis en Nieuwjaar kaarten, uitnodigingen en posters vectorkunst illustratie

 

Não posso deixar de agradecer neste post, a todos os que têm estado desse lado a acompanhar o blog. Quero que saibam que todas as palavras de carinho nos comentários significam muito para mim e que nenhuma passa despercebida.

Desejo-vos a todos um ótimo fim de ano e que 2018 seja um ano fantástico.

27
Dez17

Young Sheldon

É muito provável que, se gostam de séries, já tenham ouvido falar de "A Teoria do Big Bang". Vencedora de vários prémios, a série que foca a vida de quatro cientistas e uma aspirante a atriz, tornou-se um fenómeno mundial. 

Sheldon Cooper é a personagem principal, interpretada pelo fantástico Jim Parsons, que dá vida a uma das personagens mais adoradas da televisão. A sua personalidade peculiar misturada com o intelecto são a imagem de marca da série.

E foi daí que nasceu "Young Sheldon", um spin off de "A Teoria do Big Bang", sobre os primeiros anos da vida de um génio. Interpretado por Iain Armitage, Sheldon, de apenas 9 anos, já frequentava o secundário e questionava-se sobre as questões da existência humana. 

 

 

 A série é narrada pelo Jim Parsons, como se estivéssemos a visitar as memórias do Sheldon, de volta à infância. Foi lançada este ano e recebeu boas críticas dos espetadores.

A primeira temporada (e única, por enquanto) deverá contar com um total de 11 episódios, 4 dos quais já foram transmitidos em Portugal, no AXN White (domingos à noite).

 

18
Dez17

O melhor filme de 2017

"Silêncio" é um filme do conceituado realizador Martin Scorsese, estreado em Portugal no início de 2017.

O filme conta a história de dois padres jesuítas portugueses que, em 1640, partem para o Japão à procura de um antigo mentor que se afastou da religião. Na sua busca, os dois são obrigados a viajar de forma clandestina, quando passam por terras que estão governadas sob um regime onde o catolicismo foi banido e os seus habitantes são tratados de formas violentas e desumanas.

 

 

Foi nomeado ao Óscar de Melhor Fotografia em 2017 e, apesar de ter perdido para "La La Land" (outro grande filme de 2017), a vitória teria sido bem merecida.

É um filme longo, que pode ser confundido por enfadonho se for perdido o fio à meada da história. Na verdade, tem enredo bastante interessante, mas complexo.

 

Quem escreve?

foto do autor

Onde me podem encontrar:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou por aqui: