Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Miss Unicorn

Pedras no caminho? Eu guardo todas. Um dia vou construir um castelo.

Miss Unicorn

Pedras no caminho? Eu guardo todas. Um dia vou construir um castelo.

Era Uma Vez... com a Hipster Chique

A nossa convidada de hoje é a Raquel, do blog "A Hipster Chique". Caso não conheçam, o blog dela aborda vários tópicos, com algum humor à mistura, e ela está também a escrever uma série chamada "O Sítio".

Ela aceitou o convite e veio contar-nos um pouco da sua infância. Aqui está o testemunho da Raquel:

 

Quero agradecer à Miss Unicorn por me ter convidado para escrever nesta rubrica, que considero bastante divertida.

E agora que já agradeci, vamos então entrar nos traumas da minha infância. A história vai ser divida por alguns dos momentos mais traumáticos que vivi...

Era uma vez...

Uma menina pequenina, de cabelos louros, pele clara e olhos azuis que apenas queria brincar com o seu fato de fada e com as bonecas de madeira, até que um dia chegou uma bola à sua vida. A partir desse dia as bonecas serviam para postes da baliza e o fato da fada provavelmente foi queimado ou enterrado porque a minha mãe já não a podia ver com ele.

Com a bola, veio o futebol e com o futebol, veio a decisão de ser do Benfica e com isso veio a necessidade de gritar ao mundo que era do vermelho. Tudo corria bem até que a madrinha da pequena resolveu dar-lhe uma bola, azul do Porto.

A bola serviu o seu propósito e nunca mais ninguém a viu!

A mesma menina tinha por vezes comportamentos estranhos e nem sempre agia de acordo com a normalidade. Talvez porque a sua mãe via com bons olhos uma criança de 5 anos comer cebolas cruas com casca. Mesmo assim a menina cresceu saudável, não gosta de cebola e só caiu 9 vezes da mesma árvore a apanhar cerejas antes de desistir completamente de o fazer ou porque talvez se tenha esquecido do que estava a fazer.

A vida corria, tempo não esperava e após muitas farinhas de pau dadas de forma negligenciada a menina queria ser veterinária aos 7 anos. Se ao menos houvesse quem a tivesse apoiado...

A menina passou vários anos a tirar animais da rua e escondê-los numa garagem abandonada nas traseiras da sua casa. Alimentava-os e trocava os livros da escola que iam na mala por animais, para que estes fossem levados LEGALMENTE para aquela garagem.

Sabem o que aconteceu? A menina foi apanhada e teve de devolver alguns animais que afinal não eram abandonados e apenas pertenciam aos donos dos jardins das casas de onde a menina os tinha tirado. Na óptica dela, os animais estavam tristes porque ninguém brincava com eles.

Mas ninguém a entendeu, foi castigada e levou com uma tampa de um tacho no lombo.

De final feliz não reza a história desta menina porque em adulta o comportamento continua questionável. Mas para o bem da história...

E todos viveram felizes para sempre.

A Hipster Chique

 

Obrigada, Raquel!

9 comentários

Comentar post