Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Miss Unicorn

Pedras no caminho? Eu guardo todas. Um dia vou construir um castelo.

Pedras no caminho? Eu guardo todas. Um dia vou construir um castelo.

Miss Unicorn

02
Jan18

Era Uma Vez... com a Sofia

A primeira convidada do ano da rubrica "Era Uma Vez..." é a Sofia. Ela escreve no blog "The Diary Of A Teenager", onde partilha vários capítulos da sua vida como adolescente, muitos deles relacionados com moda e beleza (mas não só!). 

Hoje vem partilhar connosco uma história sobre a época mais mágica do ano, que tem um brilho especial quando se é criança: o natal.

Obrigada, Sofia!

Já que estamos na altura do Natal pensei em contar-vos uma história relacionada com esta época que marcou a minha infância.

Toda a gente já ouviu falar no velho das barbas brancas e quando éramos crianças ficávamos radiantes com a chegada dele. Normalmente, logo no dia 1 de dezembro eu escrevia uma longa carta e até ao dia 24 ficava sempre com aquela ansiedade “Será que ele já leu a minha carta?”.

Já devem estar a imaginar, na véspera de Natal ninguém me calava! Eu passava o meu dia a olhar para o relógio, porque queria que chegasse à meia noite o mais rápido possível. Infelizmente, as horas demoravam a passar e o Pai Natal nunca mais chegava. Mesmo durante a refeição eu estava em pulgas e, no final, revirava a casa de cima a baixo só para ver se as prendas já estavam algures no quarto ou assim (sim, as minhas prendas apareciam sempre num dos quartos e uma vez até na varanda).

Normalmente uns minutinhos antes da meia noite, as prendas apareciam misteriosamente em cima da minha cama e a janela estava um bocadinho aberta. A minha reação era mesmo muito engraçada, eu começava a chorar e a gritar! Descia as escadas a correr e começava a abrir os presentes e ainda chorava mais um bocadinho por ser aquilo que tinha pedido. Sim, a minha inocência era mesmo querida eheh :)

E bem, esta é a história que marca a minha infância! A história de uma menina que, tal como todas as outras crianças, ficava histérica com a chegada do Pai Natal.

4 comentários

Comentar post

Quem escreve?

foto do autor

Onde me podem encontrar:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou por aqui: